O presidente da mesa da assembleia-geral do Santa Clara, Costa Martins, disse hoje à agência Lusa que as eleições agendadas para quarta-feira "estão canceladas" e a nova data ficará definida em breve.

"Não vai haver eleições amanhã [quarta-feira], dia 3 de junho, e a curto prazo vai-se decidir a nova data, cumprindo todos os prazos legais para que não haja esse tipo de tentativa de impedimento, para que decorram as normais assembleias livres e democráticas como sempre houve no Santa Clara", afirmou Costa Martins.

Em causa está uma providência cautelar entregue na segunda-feira no tribunal de Ponta Delgada pelo sócio Pedro Botelho, tendo como testemunhas o atual presidente da SAD do Santa Clara, Mário Batista, e o diretor do clube Domingos Viveiros, alegando incumprimento nos 14 dias entre a publicação do ato eleitoral e a sua concretização.

A providência cautelar em causa acabou por ser retirada na manhã de hoje, havendo alguns "sócios e vários dirigentes" que queriam que o ato eleitoral se mantivesse na quarta-feira, mas Costa Martins preferiu "não correr riscos" e agendá-las para mais tarde, "cumpridos todos os prazos legais".

"Apesar de ter havido desistência da queixa entendemos que é preferível remarcar novamente as eleições, cumprir todos os prazos para que não haja, nem agora nem no futuro, qualquer dúvida no cumprimento de todos os prazos legais a nível dos estatutos do clube", disse o presidente da mesa da assembleia-geral.

Costa Martins adiantou ainda à agência Lusa que ficou "surpreso" com o facto de a providência cautelar "pedir a suspensão do artigo que permite a realização das eleições e o normal funcionamento do clube".

"Isto é uma situação perfeitamente bizarra, haver sócios ou dirigentes que não querem eleições no Santa Clara. Há alguém interessado em que não haja eleições no clube para manter o ‘status quo’, mas isso não vai acontecer porque os sócios querem eleições e elas já se deviam ter realizado há muito tempo", sublinhou.

Na última assembleia-geral do clube ficou estabelecido que as eleições seriam dia 5 de junho, mas devido à coincidência da data com o Sata Rallye Açores, um evento de grande dimensão na ilha de São Miguel, foram alteradas para dia 3 de junho.

A nova data para eleger novos órgãos sociais no Santa Clara deverá ficar definida ainda esta semana e o ato eleitoral deverá decorrer até ao final deste mês.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.