O Leixões está em risco de ver o Estádio do Mar ser vendido em hasta pública.

Segundo adianta o jornal A Bola, o clube de Matosinhos tem uma dívida às Finanças estimada em 210 mil euros, tendo por isso penhorado as instalações desportivas, numa área superior a cinco mil metros quadrados. Todavia, existe uma grande disparidade entre a dívida fiscal e o valor estimado do património do Leixões, que será de quase três milhões de euros.

O clube ainda não foi notificado, mas segundo a repartição de finanças de Matosinhos a data limite para evitar a venda em hasta pública é o dia 12 de Novembro.

Já em 2002 e 2009 o clube viveu situações semelhantes, sem que agora o presidente Carlos Oliveira tenha feito qualquer comentário relativamente a esta matéria.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.