Dois golos 'de rajada' permitiram ao lanterna-vermelha FC Porto B empatar hoje 2-2, em casa, diante do líder Estoril Praia, em partida da 29.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol.

Os estorilistas foram mais fortes durante a primeira parte e materializaram a sua superioridade com dois golos, aos 24 minutos, por Yakubu Aziz, e aos 45+2 minutos, este de grande penalidade, por Zé Valente.

O FC Porto respondeu no segundo tempo e logrou igualar num curto espaço de tempo, aos 57 e aos 60 minutos, por Boateng e Mor Ndyaie, respetivamente.

Este resultado deixou tudo na mesma no que diz respeito à classificação das duas equipas; o Estoril Praia é o líder destacado, agora com 64 pontos, estando cada vez mais próximo de regressar à I Liga, e o FC Porto B mantém-se na última posição, com 26 pontos.

O jogo entre as duas equipas abriu com um remate para longe de Fábio Vieira (03 minutos) e um livre lateral para o FC Porto que deixou Malang Sarr perto do golo, mas depois o Estoril dominou e Ricardo Silva começou a ‘mostrar serviço’, num lance em que fez a primeira de uma séria de grandes defesas.

O médio Crespo ‘abriu o livro’ aos 24 minutos e assistiu Yakubu Aziz para este fazer o 1-0, com o 2-0 a chegar já sobre o intervalo, através de uma grande penalidade convertida por Zé Valente após uma falta cometida por Boateng.

O FC Porto B subiu muito de rendimento na segunda parte e o Estoril ter-se-á convencido de que apenas teria de controlar a vantagem conseguida antes do intervalo, uma vez que adotou uma atitude mais expectante e deixou o adversário ter a iniciativa.

Ainda assim, Yakubu Aziz teve uma boa situação para ‘bisar’ e fazer o 3-0 para a sua equipa, mas Ricardo Silva voltou a brilhar negando-lhe o golo com uma grande intervenção.

Depois desse susto, o FC Porto reduziu a desvantagem numa jogada em que Fábio Vieira mostrou toda a sua qualidade, abrindo caminho para Boateng bater Thiago, aos 57 minutos.

Três minutos depois, Rodrigo Conceição cruzou e Ndyaie surgiu no coração na defesa contrária a cabecear e a igualar o marcador.

O ascendente portista continuou por mais algum tempo e o Estoril Praia sentiu dificuldades para manter a sua baliza a salvo, sobretudo quando o adversário meteu velocidade e verticalidade nos seus ataques.

Harramiz poda ter desempatado o jogo a favor da sua equipa aos 64 minutos, Ricardo Silva acrescentou nova grande defesa à sua folha de serviço aos 69, impedindo Andé Clóvis de marcar, e Rodrigo Conceição substituiu o seu guarda-redes logo a seguir e evitou ‘in extremis’ o terceiro golo do Estoril.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.