O despromovido Freamunde despediu-se sem glória dos seus adeptos, ao empatar com o Benfica B (0-0), num encontro com muitas oportunidades e que merecia golos, da 41.ª e penúltima jornada da II Liga de futebol.

O encontro merecia mais adeptos no estádio, numa primeira parte movimentada, a espaços bem jogada, com os locais a privilegiarem um futebol mais trabalhado e os "encarnados" o contra-ataque, e sete oportunidades de golo.

O experiente Bock travou um "duelo" especial com Mika, a figura do jogo, mas o guarda-redes do Benfica levou a melhor por três vezes (aos 15, 21 e 27 minutos) e, quando foi batido, Wei Huang salvou os "encarnados".

Mika foi também determinante frente a Diogo, logo aos oito minutos, e, mais tarde, aos 23, frente a Pedró.

Os locais tinham mais posse de bola e dominavam o jogo, mas sentiam algumas dificuldades para segurar o rápido contra-ataque do Benfica B, apesar do lance de maior perigo na primeira parte ter saído dos pés de Miguel Rosa, com um remate ao ferro da baliza de Peter Rusina.

A qualidade do espetáculo caiu no segundo tempo, mais pela quebra física dos locais, num período em que os "encarnados" estiveram mais perto de marcar.

Miguel Rosa, aos 48 minutos, e João Mário, na recarga, falharam a baliza de Peter Rusina, um guarda-redes que ainda apanhou um susto, aos 71, num remate cruzado do "capitão" Miguel Rosa.

Com este empate, o sétimo nos últimos sete encontros, o Benfica B passou a somar 61 pontos, ascendendo ao sexto lugar, enquanto o Freamunde ficou com 33, com possibilidades de terminar à frente do Sporting da Covilhã (35), despromovido hoje com o empate caseiro diante da Naval 1.º Maio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.