O presidente do Belenenses garantiu que ainda não contratou qualquer treinador para a equipa de futebol da próxima época e admitiu que a decisão terá de passar igualmente pelo potencial investidor da SAD, que será conhecido nas próximas semanas.

António Soares, que falou aos jornalistas no final do encontro com o Leixões, fez um balanço da temporada 2011/12, em que os "azuis" voltaram a adiar o regresso à Liga principal, terminando no quinto lugar da Liga de Honra, e aproveitou para negar a existência de qualquer contrato assinado com um treinador.

«O Belenenses não tem contrato assinado com nenhum treinador para a próxima época e as duas próximas semanas serão decisivas para essa escolha», afirmou, referindo-se à potencial entrada de um investidor na SAD, que deverá ser conhecido brevemente.

O técnico Marco Paulo, que assumiu as rédeas da equipa à 19.ª jornada, substituindo José Mota, continua com o futuro indefinido, embora o presidente dos "azuis" não feche as portas à sua continuidade, ainda que esta seja uma decisão que terá de passar também pelo investidor.

«O potencial investidor no capital da SAD terá uma palavra a dizer em tudo o que forem escolhas da equipa daqui para a frente. Nas próximas duas semanas todas essas questões terão de ser avaliadas. Esse trabalho já foi iniciado e precisa de ser completado com a escolha de uma equipa técnica. Há o máximo de sinceridade entre nós e ele (Marco Paulo) sabe qual é o ponto da situação e os vários cenários», adiantou.

António Soares deixa mesmo largos elogios ao ex-diretor desportivo do clube, que foi uma «aposta pessoal», considerando que «tem todas as condições para vir a ser um bom treinador».

«O Marco é um homem da casa e tenho de lhe deixar uma homenagem muito sentida, porque, ao longo deste tempo, demonstrou uma disponibilidade e dedicação para o Belenenses que não está ao alcance de muita gente. É uma pessoa que vai ficar com as portas abertas, embora não esteja a dizer que as portas estão fechadas neste momento», referiu.

Quanto ao plantel para a próxima época, o líder do clube do Restelo confirmou que «já há jogadores contratados» e revelou a vontade de «fazer contratos mais longos, para garantir estabilidade ao plantel», tendo em conta que a grande maioria dos atletas da atual equipa atuou no Restelo por empréstimo.

Apesar de o Belenenses ter falhado a subida de divisão, António Soares considera que «o balanço da época é positivo», embora admita um «certo amargo de boca, porque a equipa tinha condições para lutar pela subida».

«Hipotecámos demasiado cedo as hipóteses que tínhamos de subir, com aquela sequência de seis jogos, ainda na primeira volta, em que fizemos um único ponto. Acabámos a 10 pontos do Moreirense e, entre algumas arbitragens em que fomos claramente prejudicados e mais algumas questões internas, acho que tínhamos a hipótese de discutir o segundo lugar até ao fim», lamentou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.