Após três épocas ao serviço dos “azuis”, aos quais chegou no início da temporada 2007/2008, proveniente dos colombianos do Santa Fé, clube e jogador acordaram a cessação de contrato “por mútuo acordo”, segundo pode ler-se no comunicado.

O presidente do Belenenses, João Almeida, explicou à Agência Lusa a razão desta decisão, semelhante à que tinha acontecido com Cândido Costa, atleta que deixou o clube a meio do mês passado.

“O Belenenses não pode pagar determinados valores que tinham sido acordados com administrações anteriores. Não podemos responder às expectativas do atleta e, como tal, houve um acordo entre as partes. Era uma situação que já vinha sendo discutida”, disse o líder do clube do Restelo.

João Almeida revelou ainda que “não é impossível” que uma situação semelhante venha a acontecer “com outros jogadores”, antes de referir que “até 31 de Agosto, o plantel está aberto a entradas e saídas, pois na actual situação, o Belenenses não pode ter jogadores intransferíveis”.

Gabriel Gomez, internacional panamiano, de 26 anos, era o jogador do actual plantel do Belenenses com mais anos de “casa”, após as saídas de Mano, José Pedro e Cândido Costa, sendo igualmente um dos “capitães” de equipa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.