O Governo açoriano anunciou esta sexta-feira que decidiu suspender o contrato que tem com o Santa Clara Futebol SAD para promoção da palavra "Açores" até estar resolvido o diferendo relativamente à presidência do clube.

"É público que existe um diferendo relativamente à titularidade dos órgãos da SAD e o Governo [Regional dos Açores] entendeu suspender, até que essa questão se encontre resolvida, a celebração do contrato-programa", explicou a secretária regional Adjunta da Presidência do executivo açoriano, Isabel Rodrigues.

O Santa Clara tem vivido momentos conturbados desde que há um mês Mário Batista foi destituído do cargo de presidente da Santa Clara Açores - Futebol SAD, na mesma Assembleia-geral que elegeu Rui Cordeiro para a presidência da SAD e que o levou a interpor uma providência cautelar alegando "ilegalidade" no processo.

A secretária regional Isabel Rodrigues falava em conferência de imprensa em Vila do Corvo, para apresentar as conclusões da reunião do Conselho do Governo dos Açores que se realizou na mais pequena ilha açoriana na quinta-feira à noite.

Além de ter tomado esta decisão em relação ao Santa Clara, o Governo açoriano aprovou uma resolução que autoriza a concessão de apoios financeiros para a época desportiva de 2015/2016, no valor global de 2,5 milhões de euros.

Os apoios destinam-se a "entidades participantes em eventos desportivos considerados de manifesto interesse público ou turístico, por contribuírem de forma significativa para o aumento da visibilidade do destino Açores", justifica o Governo da região, num comunicado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.