O Arouca, clube que esta época garantiu a subida II Liga portuguesa de futebol, anunciou hoje que o treinador Henrique Nunes não vai continuar no comando técnico da equipa na próxima temporada.

"Agradecemos profundamente todo o trabalho de Henrique Nunes e por nos voltar a colocar num patamar do qual nunca devíamos ter saído. A partir daqui, os nossos percursos separam-se, mas a gratidão e a amizade permanecerão", anunciou o clube através de uma publicação nas redes sociais.

Henrique Nunes, de 65 anos, tinha sido contratado no início da época para orientar o emblema arouquense, com o objetivo de o fazer regressar aos escalões profissionais, deixando a equipa no primeiro lugar da Série B do Campeonato Portugal, com 58 pontos, quando a prova foi interrompida, devido à pandemia de covid-19, com 25 jornadas cumpridas.

Com a decisão da Federação Portuguesa de Futebol em decretar a promoção do Arouca, juntamente com o Vizela, à II Liga, Henrique Nunes igualou o feito conseguido em 2010, quando o clube, pela primeira vez na sua história, ascendeu aos patamares profissionais.

O treinador confirmou à agência Lusa a não renovação do contrato com o Arouca e garantiu que já procura um novo projeto para dar sequência à sua carreira.

"Tinha só contrato por um ano, e ficou decidido que não seria para renovar. Achámos que era a melhor decisão para ambas as partes. Espero que depois desta boa época, e também da anterior, no Águeda, onde tive sucesso, que apareça um novo projeto para continuar a treinar", disse o técnico, que na sua longa carreira já orientou clubes como Feirense, Gil Vicente, Aves, Penafiel ou Oliveirense.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.