Num jogo de fraca qualidade, Diego Mourão assegurou, a 15 minutos do fim, a vitória à equipa da casa que, apesar da má exibição, foi a que mais vezes causou perigo.

Durante a primeira parte, a supremacia leixonense deixou-se esbater pela falta de ritmo dos atacantes, valendo aos da casa a igual apatia dos jogadores do Portimonense que apenas fizeram o primeiro remate com perigo à baliza aos 73 minutos de jogo.

No segundo tempo, o Leixões entrou mais rápido e dinâmico, conseguindo criar jogadas de perigo que falharam apenas na finalização.

O técnico da formação de Matosinhos, Horácio Gonçalves, que se estreou nos jogos em casa, apostou no ataque fazendo entrar Diego Mourão no início do segundo tempo e foi da cabeça do avançado que saiu o único golo do encontro.

Após um passe de Paulinho, já dentro da área da equipa algarvia, Diego Mourão, oportuno, de cabeça encostou a bola para dentro da baliza de Serginho.

Depois do golo, o Leixões ganhou confiança e exerceu mais pressão no meio campo do Portimonense, no entanto, isso não foi suficiente para aumentar a vantagem.

Com esta vitória, os matosinhenses sobem para a quinta posição, com 31 pontos, enquanto o Portimonense afunda-se cada vez mais no fundo da tabela classificativa, somando apenas 14 pontos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.