O Leixões anunciou hoje que vai “pedir uma reunião ao Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol” (FPF) por se sentir “prejudicado desde o início do campeonato”.

“Hoje, em Penafiel, assistimos a mais um episódio que cora de vergonha o futebol português”, criticam os leixonenses através de um comunicado divulgado após o empate fora com os penafidelenses (1-1), a contar para a 11.ª jornada da II Liga de futebol.

O golo do Penafiel foi marcado aos 90+10 minutos de um jogo com 13 minutos de descontos, quezilento e com decisões polémicas, tendo o médio leixonense Hélder Morim sido expulso aos 66 com duplo amarelo, fruto de uma decisão igualmente controversa.

“Não podemos, nem vamos, calar a revolta dos nossos briosos profissionais e incansáveis sócios e adeptos”, sublinha o Leixões, considerando que a II Liga se tem caracterizado por “autênticos atropelos à verdade desportiva”.

O clube de Matosinhos questiona o porquê de não ser implementado o videoárbitro na II Liga, observando que este é um “campeonato profissional e merece os mesmos direitos” da I Liga.

O Leixões ocupa o nono lugar do campeonato, com 15 pontos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.