O capitão do Leixões, Luís Silva, chegou a acordo para rescindir o contrato que o ligava ao emblema da II Liga até junho de 2021, anunciou hoje a SAD.

Numa publicação curta na página da SAD no Facebook, o Leixões dá conta da rescisão contratual com o médio que regressou ao clube na época 2017/18 e que, em junho de 2018, tinha renovado por três temporadas.

Um dia depois de aberta a polémica entre a SAD e o Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol por alegadas irregularidades da administração liderada por Paulo Lopo na elaboração dos recibos dos futebolistas, que se encontram em ‘lay-off', Luís Silva é o primeiro a sair do plantel.

Na comunicação, a SAD agradece a Luís Silva "todo o empenho, dedicação e profissionalismo com que sempre representou o Leixões" e deseja-lhe "os maiores sucessos pessoais e profissionais".

O Leixões avançou no início de abril para o 'lay-off' simplificado, em reação aos previsíveis efeitos financeiros da pandemia de covid-19.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.