O conjunto orientado por Jorge Casquilha entrou melhor na partida e criou nos primeiros minutos duas boas oportunidades, mas os visitantes, orientados por Vinicius Eutrópico, reagiram e também tiveram uma boa ocasião.

Embora numa segunda parte pouco emotiva, a equipa de Moreira de Cónegos acabou por fazer valer o seu ascendente, adiantando-se aos 68 minutos, através do recém-entrado Rodrigo, a passe de Eriverton.

Com a desvantagem no marcador, o Estoril despertou e tentou repor o equilíbrio no jogo, mas não conseguiu materializar em golo as oportunidades criadas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.