O Nacional oficializou, esta sexta-feira, a saída do treinador Costinha, após a descida de divisão à Segunda Liga. O clube madeirense informou esta sexta-feira que chegou a acordo com o técnico para a rescisão de contrato.

"O Nacional informa que, por comum acordo entre as partes, o técnico Francisco Costa [Costinha] cessa funções como treinador da equipa sénior de futebol do clube no final da presente temporada desportiva", pode ler-se no comunicado do clube madeirense.

"O Nacional agradece ao técnico Costinha todo o empenho, dedicação e competência postos ao serviço do clube, contribuindo de forma decisiva para a conquista do título de Campeão Nacional da Liga Ledman Pro na época 2017/18, desejando-lhe os maiores sucessos na sua vida pessoal e profissional", pode ler-se.

O técnico português de 44 anos, abandona assim o cargo, depois de dois anos a representar o Nacional, sendo que, no primeiro, levou o clube ao título de campeão da II Liga e consequente subida ao principal escalão.

Contudo, na presente temporada, a equipa não correspondeu às expectativas, já que, depois uma boa primeira volta, que acabou no 12.º lugar, com 19 pontos, fez uma segunda muito irregular, somando apenas nove pontos, o que culminou num 17.º lugar, com 28 e consequente adeus à I Liga.

Recorde-se que Costinha representou o clube na qualidade de jogador, na temporada de 1996/97, estava o clube então na II Divisão B (terceiro escalão), ascendendo nessa época à II Liga.

O Nacional terminou a I Liga na 17.ª e penúltima posição, tendo sido uma das três equipas despromovidas ao escalão secundário, juntamente com o Desportivo de Chaves (16.º) e o Feirense (18.º e último classificado).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.