Pedro Moita, de 31 anos, representou o Portimonense durante uma época e meia, tendo sido um dos jogadores mais utilizados na campanha que trouxe os algarvios de volta à principal Liga portuguesa na época passada.

O vice-presidente dos ribatejanos, Jorge Teixeira, diz tratar-se de um jogador que “fazia falta num sector que estava muito fragilizado devido à falta de rendimento de algumas das opções existentes”.

Jorge Teixeira destaca a experiência de Pedro Moita na Liga de Honra e o porte atlético do jogador como factores decisivos na escolha hoje anunciada, com contrato válido até Junho de 2012.

Com o presidente, Luís Albuquerque, e o director desportivo, Mário Abreu, suspensos pela Liga, na sequência da contestação à arbitragem de Bruno Paixão na última jornada, coube a Jorge Teixeira confirmar a instauração de um processo disciplinar ao médio Rui Baião, que está afastado de toda a actividade do clube.

O vice-presidente justifica esta decisão com “motivos de ordem disciplinar”, aguardando o desenrolar do processo.

Rui Baião, que foi a contratação mais sonante do clube no verão, pouco mostrou nos quatro meses que passou ao serviço do CD Fátima.

Jorge Teixeira confirmou, igualmente, a transferência, a título definitivo, do médio Edson Cruz para o Interclube de Luanda, não tendo sido divulgados os valores a que o CD Fátima teve direito.

Em período de férias, o CD Fátima deixa para depois do Natal outras decisões relacionadas com possíveis dispensas e novas contratações.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.