O Penafiel deu hoje início ao trabalho de campo para 2017/18 com apenas 19 jogadores, numa época em que a aposta volta a passar por fazer o melhor possível na II Liga de futebol.

O extremo Weelington integra os 20 elementos da lista de jogadores entregue aos jornalistas, mas não esteve presente, tendo falhado inclusive os exames médicos, e deve estar de saída para o Portimonense, numa transferência que está ser negociada e cujos termos podem implicar a cedência de jogadores pelo clube algarvio, recém-promovido à I Liga.

Para os ‘rubro-negros’, a prioridade imediata passa por garantir um defesa esquerdo, para fazer concorrência a José Gomes (ex-Sporting de Braga B), um dos seis reforços apresentados pelo clube, um extremo e um avançado, numa lista de aquisições que poderá chegar a cinco elementos.

Com cerca de um milhão de euros de orçamento, o Penafiel reitera a aposta na tentativa de fazer o melhor possível, conseguindo de preferência melhorar o quinto lugar da época passada, na certeza de que os objetivos serão redefinidos, em função do plantel que for conseguido, do conhecimento mais próximo dos adversários e do decorrer da época.

Esta foi, aliás, a ideia chave que ressaltou da cerimónia de apresentação do técnico, António Conceição, na quarta-feira, dia 21, replicada na altura pelo presidente, António Gaspar Dias, e também hoje por Ivo Gonçalves, guarda-redes de 33 anos e o mais velho do plantel.

"O objetivo transmitido pelo treinador é fazer o melhor possível. Não foi estabelecido um objetivo final, porque isso é ‘colocar o carro à frente dos bois’. O plantel não está fechado e também não conhecemos os adversários. Vamos pensar jogo a jogo", disse Ivo Gonçalves, apostado em assimilar depressa as ideias do treinador e "preparar bem" mais uma época longa.

No arranque dos trabalhos, o Penafiel apresentou seis reforços: o guarda-redes José Costa, que representava a Académica, o central Luís Pedro, que alinhava no Freamunde, o defesa esquerdo José Gomes, ex-Sporting de Braga B, os médios Tiago Ronaldo, ex-Vizela, e Vasco Braga, ex-Merelinense, e ainda o extremo Ludovic, que em 2016/17 representou o Leixões.

Em contraponto, saíram Coelho (Oliveirense), Pedro Ribeiro, Pedro Araújo, Daniel Martins, Djibril, Edú, Gonçalo Abreu, Fernando Andrade, Fidelis (Portimonense) e Francesco. A continuidade de André Fontes ainda não foi colocada de parte.

O plantel às ordens de António Conceição, que será coadjuvado por Luís Baltazar (adjunto) e Gabriel Pinto (preparador físico), além dos repetentes Hélder Ferreira (adjunto) e Gustavo Cerqueira (treinador de guarda-redes), vai trabalhar nas instalações do clube, com treinos bidiários numa primeira fase.

O primeiro encontro particular da pré-temporada realiza-se em 05 de julho, diante do Santa Clara, às 17:00, em local ainda a definir, seguindo-se o Sporting de Braga (dia 08, em Penafiel, pelas 10:00) e o Vitória de Guimarães B (dia 12, na cidade minhota, às 17.00). O jogo de apresentação do Penafiel aos seus associados acontece no dia 15, pelas 18:00, e será frente ao Moreirense.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.