Os algarvios estão provisoriamente no comando da prova, com 17 pontos, mais três que o Gil Vicente, que domingo recebe o Estoril, e o Feirense, que visita o Desportivo das Aves.

O Carregado chegou cedo à vantagem com um golo do avançado Mauro, na conversão de uma grande penalidade por pretensa falta cometida por João Pedro sobre o mesmo avançado da equipa da casa, aos sete minutos.

O Portimonense sentia muitas dificuldades em entrar na organizada defensiva dos comandados de João Sousa e, para criar mais dificuldades à equipa de Litos, o avançado Pires viu dois amarelos em dois minutos, sendo expulso antes da meia hora de jogo.

No entanto, o intervalo fez bem à equipa de Litos, que regressou com outra atitude, com a igualdade a chegar novamente na marcação de uma grande penalidade, aos 57 minutos, convertida por Ricardo Pessoa, após falta de João Pedro sobre Balu. O lateral esquerdo do Carregado viu o segundo amarelo e seria expulso, pelo que as equipas também ficaram igualadas no número de jogadores em campo.

O Carregado acusou o tento, perdeu a luta no meio-campo e estendeu a passadeira vermelha ao seu adversário que veio a aumentar a vantagem com toda a justiça, por Ivanildo e Vasco Matos, aos 70 e 73 minutos, respectivamente.

As duas penalidades deixaram muitas dúvidas em relação ao trabalho do árbitro Rui Costa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.