O presidente do Portimonense, Fernando Rocha, fechou hoje as portas a uma eventual saída de Lito Vidigal para o Paços de Ferreira. O clube pacense procura um sucessor para Paulo Sérgio, que trocou a Mata Real por Guimarães, e o Lito é o escolhido da direcção dos 'castores'. 

"O Portimonense está muito contente, de resto se há interesse, é apenas fruto do trabalho do Lito. Se continuar assim, estou convencido de que para o ano ainda haverá mais clubes a querer o Lito", afirmou o dirigente à Rádio Renascença, explicando que a liderança da II Liga é para manter, tal como o técnico: "Há um contrato. Como é que posso deixar sair um treinador que está em primeiro lugar? Era como eu ir ao Porto e querer tirar o professor Jesualdo ou ir a Braga pedir o Domingos."

Fernando Rocha não se quis alongar em comentários, denunciando apenas a firme vontade em segurar o treinador. "Pouco tenho a dizer. O Lito é treinador do Portimonense, estamos muito contentes com ele, está a fazer um excelente trabalho. Vamos em primeiro lugar, e por isso o Lito vai cumprir o contrato até ao fim."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.