O presidente do Leixões, Carlos Oliveira, garantiu esta terça-feira que tudo está a ser feito de modo a que o Lexões possa cumprir os seus compromissos e integrar a Liga de Honra, depois de a Liga Portuguesa de Futebol Profissional ter anunciado que a equipa de Matosinhos, juntamente com Belenenses e Vitória de Setúbal, estavam «impedidos de registar contratos de trabalho desportivo ou de formação, bem como de utilizar jogadores com contratos registados em épocas anteriores, até que os fundamentos de impedimento sejam sanados».

«Todos os anos temos vindo a ter problemas, esta não é a primeira vez. Infelizmente é um problema que nunca conseguimos ultrapassar em definitivo, apesar de termos diminuído as nossa dívidas. Nos últimos anos temos vindo a melhorar e temos vindo a resolver estas situações, muitas vezes quase no último dia. Acredito que este ano vamos ser capazes de fazer o mesmo, cumprindo o que está nos regulamentos, assim não nos falhem as promessas que algumas instituições e patrocinadores têm connosco», afirmou o presidente do clube de Matosinhos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.