Quim Machado é o novo treinador do Arouca, da II Liga de futebol, tendo sido hoje apresentado em conferência de imprensa, realizada no Estádio Municipal de Arouca, rendendo Miguel Leal no cargo.

"Em termos de comunicação social, tínhamos até agora um discurso de tranquilidade e de ver como as coisas iam correr. Contudo, sabem que somos um clube com muita ambição e não podíamos continuar nesta série negativa. Queríamos virar a página e assumir hoje, perante vós, o que antes estabelecemos como objetivo internamente: queremos subir de divisão", disse o diretor desportivo do emblema arouquense, Joel Pinho.

O novo treinador do Arouca esclareceu que o acordo entre as partes foi rápido: "Tivemos reunião ontem à noite [quarta-feira] e foi fácil chegar a acordo. Eu só aceitava se fosse para subir de divisão. A direção também concordou. Não há que esconder nada. Se este clube, há dois anos, teve condições para jogar na Liga Europa, também tem de ter para voltar à I Liga.".

Quim Machado, 51 anos, conta com duas subidas de divisão no currículo, ao serviço do Feirense, em 2010/11, e do Tondela, em 2014/15, tendo treinado a Académica na época passada.

"Há uns anos, à 10.ª jornada, cheguei ao Tondela e estávamos a sete pontos dos lugares de subida e subimos. Também subi no Feirense e na Académica esteve perto de acontecer. Gosto de assumir a responsabilidade. Não viro a cara à luta. Estou aqui sem medo", acrescentou.

No último lugar da II Liga com três pontos ao cabo de cinco jornadas, Machado tem noção das dificuldades que vai encontrar: "O valor, a qualidade dos jogadores está lá. Mas a determinada altura os jogadores perdem a confiança. Temos de trabalhar a parte mental dos jogadores e mentalizá-los que representam um clube que há dois anos estava na Liga Europa. No Arouca, os jogadores têm de estar preparados. É um clube exigente, que cumpre e oferece as condições necessárias para o jogador chegar ao domingo e render. Vamos certamente conseguir o que queremos."

Marco Louçano, adjunto, Hélder Moreira, preparador físico, e Pedro Lascarim, treinador de guarda-redes, vão coadjuvar o treinador português. O departamento de observação ainda está a ser definido.

Notícia atualizada às 18h50

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.