Em comunicado divulgado no sítio oficial do clube na Internet, a administração da SAD justifica a decisão com a «situação financeira muito difícil» que o clube atravessa, sendo, por isso, necessário «tomar todas as medidas que possam adequar a estrutura de custos à de receitas, por forma a garantir a sua sustentabilidade económica e desportiva».

Dessa forma, o processo de reestruturação visa os departamentos médico e administrativo, que trabalham directamente com a equipa principal de futebol, pois «os custos até aqui existentes são muito superiores às possibilidades» do clube.

«O departamento médico era inclusivamente o quarto com custos mais elevados no futebol português. Esta situação era de todo incomportável já que as receitas na Liga de Honra representam cerca de 50 por cento das receitas da Liga principal», pode ler-se no comunicado.

A SAD revela que já «iniciou conversações com os seus funcionários, tendo em vista a celebração de acordos de cessação dos respectivos contratos de trabalho», sublinhando que serão «respeitados os direitos e a dedicação» que os mesmos tiveram ao serviço do clube.

«A Administração de Os Belenenses SAD gostaria de publicamente enaltecer a postura e compreensão dos funcionários envolvidos neste processo e agradecer tudo o que fizeram pelo Clube e pela SAD ao longo dos muitos anos de ligação», conclui a nota.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.