A SAD do Cova da Piedade procedeu hoje ao pagamento da verba reclamada pelo clube, de modo a garantir a realização do jogo com o Nacional, da II Liga portuguesa de futebol, no Estádio José Martins Vieira.

Através de um comunicado, a administração sublinha que o fez apesar de “não estar obrigada” e garante que “sempre honrou os compromissos”, não revelando o valor em causa.

O clube ‘ameaçava’ impedir a realização do encontro de domingo, às 15:00, nas suas instalações, caso a verba não fosse liquidada “até às 16:00” de hoje.

A SAD explicou, ainda, que a Liga Portuguesa de Futebol Profissional informou que a não realização do jogo implicaria a “abertura de processo disciplinar” e a aplicação de sanções, “como a perda de pontos”, motivo que levou a sociedade a proceder ao pagamento.

Contactado pela Lusa, o presidente do Cova da Piedade, Paulo Veiga, confirmou a realização do encontro no Estádio José Martins Vieira, algo que diz nunca ter estado em causa “desde que a SAD pagasse o valor acordado”, o que aconteceu durante a tarde de hoje.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.