O defesa central Samuel Araújo (ex-Al-Mesaimeer/Qatar), o médio Paulo Sereno (ex-Oriental) e o avançado Fabrício (ex-Estoril) foram as novidades, hoje, na apresentação do Sporting da Covilhã, equipa da Liga de Honra de futebol.

O grupo de 23 jogadores, mais dois jovens da formação que vão fazer a pré-época, não está ainda fechado e integrará ainda um médio ofensivo e um avançado, ambos chineses, que trabalharão à experiência.

Samuel Araújo, brasileiro de 24 anos, é um esquerdino que há duas épocas jogou no Mafra. O compatriota Fabrício, 27 anos, por se encontrar em viagem, não se juntou ainda à equipa. Paulo Sereno, de 28 anos, foi treinado na última época pelo novo treinador serrano, Filipe Moreira.

José Mendes, presidente do Sporting da Covilhã, antevê uma época «tremendamente difícil». «Vão ser mais equipas, mais jogos, vai ser um desgaste muito grande», referiu.

O dirigente diz que o que pede são «pontos domingo a domingo», mas antes, à agência Lusa, havia adiantado que o objetivo é fazer uma época tranquila e assegurar a manutenção quanto antes.

Face a uma temporada exigente, José Mendes salienta ter construído um plantel «dentro do previsto e das possibilidades financeiras». «Vai ser um plantel equilibrado», com jogadores «com muita experiência» e jovens em início de carreira.

Filipe Moreira, que preferiu não adiantar quais são as lacunas a colmatar, refere ter sido estabelecido um sistema tático, com variáveis, e sublinha que as contratações estão a ser feitas em conjunto com a direção e diretor desportivo, em função desse esquema.

O técnico vinca que lhe compete motivar, exigir, transmitir a sua filosofia. Contudo realça que «são os jogadores que vão dar a entender a qualidade a apresentar».

O primeiro jogo oficial é dia 29, para a Taça da Liga, competição em que os serranos pretendem fazer melhor do que nas épocas anteriores. O objetivo é passar à segunda fase, mas, se isso não acontecer «não vem daí mal ao Mundo», diz o presidente, embora sublinhe que, depois da repescagem, a equipa está «a precisar muito de vitórias».

«Temos de ganhar, de entrar com raça», salienta José Mendes, até porque admite ter havido um maior cuidado na preparação da temporada e desta vez o grupo estar já formado, apesar de poderem chegar mais reforços.

Em período de crise, o dirigente anuncia um aumento do orçamento, sem adiantar, para já, o valor.
Samuel, Sereno, Fabrício, Gaspar (ex-Rio Ave), João Rodrigues (ex-Freamunde), Adriano (ex-júnior FC Porto), Edgar (ex-Santa Clara), Gilberto (ex-Oliveira de Frades), Tarcísio (ex-Freamunde), Carlos Manuel (ex- Sporting de Espinho) e Jorge Batista (ex-Gil Vicente) são os 11 reforços serranos.

O plantel conta ainda com Igor Araújo, Dani Matos, Filipe Fernandes, Milton, Diogo Gaspar, Paulico, Pimenta, Amian e Gui. Salvado, Samú e Gregory, ex-júniores do clube, sobem à equipa principal.

Entretanto, os dois jogadores à experiência chegaram aos serranos na sequência dos laços que o clube criou com o Shandong Luneng, emblema onde joga Wang Gang, o chinês de 24 anos que vestiu as cores dos Leões da Serra durante meia época, até Janeiro.

Também sob observação da equipa técnica estão, sem compromisso, o avançado Hassan e o guarda-redes Mouhamud, ambos da Arábia Saudita.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.