O treinador do Sporting da Covilhã, Rui Nascimento, já conversou com o presidente do clube Sporting sobre o seu futuro, mas garantiu não estarem tomadas decisões, que diz dependerem da eventual permanência na Liga de Honra de futebol.
«Já conversámos sobre isso, mas ainda não sabemos o que vai acontecer, temos de aguardar o desfecho dos processos a decorrer», disse hoje o treinador à agência Lusa. «Gostaria de ficar mas não posso dizer que vou ficar, porque há outras coisas para tratar», acrescentou.
O técnico, durante quase toda a carreira adjunto de Manuel Cajuda, chegou à Covilhã no início de abril, a cinco jornadas do fim, para render Tulipa e tentar assegurar a manutenção. O clube acabou em penúltimo, mas a direção acredita na permanência, por antever que alguns clubes não se vão conseguir inscrever na Liga por não cumprirem os pressupostos financeiros.
Nascimento diz ter gostado de orientar os serranos e foi também elogiado por José Mendes. «É competentíssimo. Não foi por este treinador que ficámos em 15.º», destacou à agência Lusa o presidente, que lembra que o técnico não perdeu nenhum jogo.
Embora não tenha cumprido o objetivo de somar nove pontos, Nascimento mostra-se satisfeito com o trabalho realizado à frente dos "leões da serra". «Queríamos mais, mas fizemos um trabalho meritório. Jogámos com equipas a necessitar também de pontos e os jogadores foram enormes», salienta.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.