O Trofense venceu este domingo a Oliveirense, por 3-0, em jogo da 40.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, disputado na Trofa, e deu um grande passo na luta pela manutenção.
Dois golos de Brayan Riascos, aos 14 e 64 minutos, e um de Tiago, aos 77, deram hoje uma importante vitória ao Trofense sobre a Oliveirense, que jogou com menos um jogador quase trinta minutos.
Motivado pela possibilidade de, em caso de vitória frente a um adversário direto, quase garantir a manutenção, o Trofense entrou na partida a pressionar na frente de ataque, perante uma Oliveirense demasiado permissiva e desorganizada.
As investidas dos homens da Trofa deram frutos aos 14 minutos, quando Brayan Riascos inaugurou o marcador, depois de aproveitar um cruzamento da direita de Preciado.
A equipa visitante despertou, compôs-se no terreno, procurou mais o ataque e ganhou alguma posse de bola, chegando mesmo a reclamar grande penalidade por suposta falta sobre Yero, mas o juiz bracarense Luís Ferreira deixou seguir o lance.
No início da segunda parte, a Oliveirense dominou o meio-campo e até dispôs de mais oportunidades, exceção feita a dois remates de Riascos, ambos nos 60 minutos, que saíram por cima e ao lado, respetivamente.
O avançado colombiano - emprestado no mercado de inverno pelos brasileiros do Corinthians, que tem sido a grande revelação do Trofense - tanto ameaçou que conseguiu “bisar” de recarga a uma bola bombeada pelo guarda-redes forasteiro, depois de um cabeceamento azarado de Sérgio que quase dava autogolo (64 minutos).
Três minutos antes, aos 61, a Oliveirense tinha ficado reduzida a dez jogadores, quando o senegalês Yero viu o segundo cartão amarelo, por falta sobre Dennis.
Com o jogo a pender, por completo, para apenas um dos lados, foi fácil ao Trofense alcançar o golo da tranquilidade: Tiago fez um chapéu a João Pinho, apontando o terceiro de fora da área, quando toda a equipa de Oliveira de Azeméis estava adiantada (77 minutos).
Até ao final da partida, nota para a expulsão de Nanissio, que também foi expulso por acumulação de cartões amarelos, devido a uma desnecessária à entrada da área, perto do final do encontro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.