O União da Madeira regressou este domingo aos triunfos fora de casa, mais de quatro meses depois, ao vencer o Atlético pela margem mínima (1-0), em jogo da 39.ª jornada da II Liga de futebol.

Um tento de Steve, aos 57 minutos, foi suficiente para carimbar a quinta vitória dos insulares fora de casa, algo que não sucedia desde dezembro de 2012, na 19.ª ronda, enquanto a formação de Alcântara confirmou o mau momento, ao somar o quarto desaire nos últimos cinco jogos e o terceiro consecutivo na Tapadinha.

Já sem qualquer objetivo de maior em jogo, após terem assegurado matematicamente a manutenção na II Liga, os dois conjuntos estiveram longe de proporcionar um espetáculo de qualidade nos primeiros 45 minutos.

De resto, durante esse período, tanto lisboetas como madeirenses tiveram enormes dificuldades em acertar mais do que três passes seguidos nas zonas ofensivas, transformando o encontro num autêntico "festival" de pontapé para a frente, sem qualquer critério.

O primeiro lance de real perigo apenas surgiu perto do intervalo, numa iniciativa de Marco Bicho, que, já nos primeiros minutos da etapa complementar, testou a atenção de Christopher, na marcação de um livre.

No entanto, numa rápida jogada de contra-ataque, o União da Madeira abriu o ativo, por intermédio de Steve, e só não dilatou a vantagem pouco depois, porque os ferros evitaram as intenções de Rúben Andrade, primeiro, e Ávalos, mais tarde.

Mesmo sem incomodar seriamente os visitantes, o Atlético até poderia ter evitado a derrota no último quarto de hora, mas Christopher mostrou-se imponente a defender a magra vantagem, opondo-se aos quase certeiros remates de Ailton e Ivan.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.