Angola e Zâmbia empataram a zero bolas em jogo particular realizado no Estádio 11 de Novembro em Luanda. Os Palancas Negras tiveram várias oportunidades para marcar na primeira parte mas falharam na finalização. Os Chipolopolos, campeões africanos de futebol, também tiveram chances mas não houve golos no 11 de Novembro.

Romeu Filemon promoveu a estreia de vários jogadores que vieram trazer sangue novo à seleção angolana. Dos jogadores que estiveram no CAN´2013, apenas Djalma, Miguel e Massunguna fizeram parte do onze inicial.

Angola entrou melhor no jogo e criou várias oportunidades para marcar na 1ª parte. Com Djalma e Mingo Bile nas alas, Yano nas costas de Kêmbua na frente de ataque, Angola ia trocando a bola de pé para pé, num futebol de toque curto que lhe permitia chegar na área zambiana com grande facilidade.

Aos 24 minutos criou a primeira situação clara de golo. Mingo Bile rompeu por entre a defesa da Zâmbia, passou para Adawa que rematou para grande defesa do guarda-redes contrário.

Foi o primeiro de muitos lances de perigo da primeira parte. A Zâmbia também poderia ter marcado, em duas ocasiões. Na primeira, Kalaba atirou de cabeça por cima da barra quando tinha tudo para bater o estreante Landú. Depois foi Bastos a fazer um excelente corte quando a bola ia sobrar para um jogador zambiano, isolado ao segundo poste, após cruzamento de Félix Katongo na direita.

A primeira parte chegou ao fim com Angola a dominar as operações, com destaque para Djalma, Kêmbua, Adawa e Mingo Bile.

Jogo "morno" na 2ª parte

No segundo tempo os Palancas Negras perderam algum fulgor, devido, em parte às muitas mexidas feitas por Filemon. O técnico angolano fez entrar vários jogadores, como Aguinaldo, Lunguinha, Manuel, Jotabé, Job, Mateus e Amaro mas estas mudanças demoraram a surtir efeito.

Destaque na etapa compelentar para algumas arrancadas de Lunguinha, alguns bons pormenores técnicos de Job que fizeram vibrar os adeptos e um e outro remate de longe dos Palancas, que pouco incomodavam o guarda-redes dos Chipolopolos.

A Zâmbia mexeu pouco na equipa mas mesmo assim jogou menos na 2ª parte. Jotabé foi um mero espectador na baliza angolana e raras vezes foi chamado a intervir.

Na próxima quarta-feira Angola joga em Luanda com um misto de atletas estrangeiros que militam no Girabola. Depois parte para Portugal para mais dois amistosos, com as seleções de Cabo Verde e Macedónia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.