O guarda-redes Mário da Rosa disse esta terça-feira que o grupo da seleção cabo-verdiana de futebol está “muito forte e focado” para vencer o jogo de sexta-feira com a África do Sul para as eliminatórias do Mundial da Rússia`2018.

Destacado para falar à imprensa antes do segundo treino da seleção para este duplo confronto coma África do Sul, o guarda-redes do Desportivo de Chaves (Portugal), disse que os jogadores e a equipa técnica estão confiantes numa vitória.

Questionado que já se sente integrado, disse que, apesar de ser a sua segunda convocatória, a adaptação tem sido “fácil “e que se sente “orgulhoso” por representar a seleção de Cabo Verde e conviver com jogadores de “grande qualidade”.

“Na primeira vez fui bem-recebido e desta vez foi a mesma coisa”, notou o futebolista formado na Escola de Preparação Integral de Futebol (EPIF), ressalvando que “mais importante” é alcançar a vitória nesses dois jogos com a África do Sul.

A primeira convocatória deste jovem guarda-redes de 19 anos para a seleção de Cabo Verde aconteceu em setembro do ano passado para o jogo com a Líbia, a contar para a qualificação da fase final do CAN `2017.

Em Cabo Verde, o atleta defendeu a equipa da Kumunidade, da 2ª divisão do campeonato regional de Santiago Sul, antes de se transferir para os juvenis do Real Sport Clube de Massamá e de dar o salto para o Desportivo de Chaves, da primeira liga portuguesa.

No treino da tarde de hoje, o selecionador Lúcio Antunes contou com a maioria dos jogadores, faltando o defesa Stopira (Videoton, Hungria), Ponck (Aves, Portugal), Platini (Polithecnic IASI, Roménia) que integram o grupo de trabalho esta terça-feira.

Os defesas centrais Ricardo Silva e Fernando Varela já não se apresentam aos trabalhos da seleção nacional para o duplo compromisso com a África do Sul, assim como o atleta do Sporting B de Portugal, Joanes Cabral.

A Federação Cabo-verdiana de Futebol justifica que Ricardo Silva (Paços de Ferreira, Portugal) e Fernando Varela (PAOK, Grécia), dois habituais titulares, não poderão apresentar-se ao trabalho devido a lesões, ao passo que fundamenta a ausência do atleta de Alvalade Jovane Cabral com “motivos pessoais”.

Cabo Verde e África do Sul defrontam-se esta sexta-feira, 01, no Estádio Nacional, em jogo referente a terceira jornada do Grupo D de qualificação africana para o Mundial Rússia’2018.

Quatro dias depois voltam as duas seleções voltam a defrontar-se, desta vez no território sul-africano, em jogo referente à quarta ronda.

O jogo desta sexta-feira ocorre às 17:30, e vai ser dirigida por uma equipa de arbitragem da Argélia, chefiada pelo árbitro central Abid Charef Mehdi.

Burkina Faso e África do Sul lideram o Grupo D de qualificação Africana para Mundial’2018, com quatro pontos cada, seguidos do Senegal, com três, ao passo que Cabo Verde ainda não pontuou devido às derrotas encaixadas nas duas primeiras partidas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.