Cabo Verde joga no sábado com o Senegal o primeiro jogo do Grupo D de apuramento africano para o Mundial2018, na Rússia, numa partida que marca a estreia de Lúcio Antunes como selecionador cabo-verdiano.

Esta é a segunda vez que Lúcio Antunes orienta a seleção cabo-verdiana de futebol, depois de uma primeira vez em que o maior sucesso foi o apuramento de Cabo Verde para a Taça das Nações Africanas CAN'2013.

Na primeira passagem pelos ‘Tubarões Azuis’, Lúcio Antunes fez a sua estreia precisamente frente ao Senegal, num jogo particular disputado em agosto de 2010, em Dakar, em que Cabo Verde perdeu por 1-0.

Para o jogo de sábado, a seleção cabo-verdiana fez inicialmente um estágio de cinco dias em Lisboa, mas já se encontra em Dakar, onde realiza hoje um treino de adaptação ao Estádio Léopold Sédar Senghor, o palco do jogo marcado para as 19:00 de Cabo Verde (21:00 em Portugal).

Em declarações à imprensa cabo-verdiana, Lúcio Antunes reconheceu o poderio do Senegal, que joga em casa e que vem de uma série de oito vitórias consecutivas, mas sublinhou que os ‘Tubarões Azuis’ querem começar bem o apuramento para o Mundial.

No outro jogo do Grupo D, o Burkina Faso recebe a África do Sul. Cabo Verde é única seleção lusófona presente nessa fase do apuramento, após eliminar na última ronda o Quénia.

O Grupo A ficou composto pelas seleções da Tunísia, Líbia, RD Congo e Guiné Conacri, enquanto o B tem a Zâmbia, Camarões, Argélia e Nigéria.

Já o Grupo C é formado por Gabão, Mali, Costa do Marfim e Marrocos e o E por Gana, Egito, Congo e Uganda.

Os jogos, em formato de campeonato a duas voltas, decorrem até novembro de 2017. Os cinco primeiros de cada grupo apuram-se diretamente para o Mundial 2018, em representação do continente africano.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.