Garry Rodrigues foi a novidade na convocatória de Lúcio Antunes para jogo de Cabo Verde com o Gabão. O extremo do Levski de Sofia da Bulgária diz-se feliz com a chamada, que vem coroar a excelente época que fez no clube búlgaro.

«Tinha fé em ser chamado, foi para isso que trabalhei todas as semanas, para estar bem e chegar a seleção de Cabo Verde», afirmou ao SAPO Desporto, em Alcochete, Lisboa.

O extremo esquerdo de 22 anos foi um dos muitos cabo-verdianos na diáspora que viveu de forma intensa a participação de Cabo Verde no CAN 2013. O nascido na Holanda vibrou com os feitos de Cabo Verde mas lembra que agora é hora de esquecer o passado e concentrar apenas no jogo com a Tunísia, último encontro da fase de grupos.

«Vi os jogos em Roterdão, Holanda, junto da comunidade cabo-verdiana e foi algo que nunca irei esquecer. Mas agora é esquecer o CAN e concentrar-nos no jogo com a Tunísia e poder ir ao Mundial», sublinhou.

Depois de devidamente praxado pelos mais velhos, o jogador treinou pela primeira vez com os seus novos colegas, sendo um dos mais incentivados pelo selecionador Lúcio Antunes.

Cabo Verde defronta na tarde desta quarta-feira o Gabão, em jogo amigável. O encontro está marcado para as 18h30 de Lisboa, no Estádio do Real Sport Clube em Massamá. Uma casa bem conhecida de Garry Rodrigues, onde jogou durante três anos, ainda nas camadas jovens do clube da Linha de Sintra.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.