Segundo o desportivo, a ausência de Roanldo nos jogos contra a Estónia e Liechtenstein, além de apenas ter sido suplente utilizado no particular contra a África do Sul, "custou" à federação qualquer coisa como um milhão de euros.

Noticia ainda o Record que estas "faltas" de Cristiano Ronaldo poderão também prejudicar a negociação de novos contratos para jogos particulares. Em simultãneo, também os clubes portugueses poderão começar a exercer maior pressão sobre a federação para que liberte os seus jogadores de alguns compromissos particulares, de modo a poderem preparar os seus jogos com maior tranquilidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.