A Selecção Nacional concentra-se esta terça-feira em Braga para dar inicio ao estágio de preparação para os dois primeiros jogos de qualificação do Europeu de 2012, frente ao Chipre, a 3 de Setembro, e com a Noruega, em Oslo, dia 7. O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madaíl, garantiu que toda a situação à volta de Carlos Queiroz “não vai prejudicar em nada a Selecção” e que “a equipa e a federação não vão sair afectadas”.

“Temos jogadores com muita tarimba, com muita capacidade para jogar em automático”, frisou Madaíl, mostrando que os jogadores se conseguem abstrair do caso Queiroz.

O dirigente adiantou, também, que vai”reunir com jogadores, técnicos e dirigentes” para “transmitir toda a confiança nesta nova etapa de apuramento para o Euro2012” e também “para dizer que a federação lamenta tudo o que está a acontecer”.

Madaíl lembrou que “a análise feita a 14 de Julho sobre o Mundial 2012 foi positiva”, com a Selecção “a atingir os objectivos mínimos, a passar a fase de grupos” e que “daí para a frente era ir o mais longe possível”.

"Posteriomente vieram factos de que não tinhmos conhecimento e vamos procurar resolver de acordo com o que é a própria lei. Quanto a isso não podemos apressar mais. Nós tentamos que o Conselho Disciplinar seja mais rápido para resolver a situação. Houve outros casos que saíram na imprensa, mas não fomos notificados", explicou o presidente da FPF.

Carlos Queiroz foi esta segunda-feira suspenso pelo ADoP (Autoridade Antidopagem de Portugal) por seis meses, não podendo exercer actividade em Portugal ou no estrangeiro. O seleccionador nacional vai agora recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS). A Selecção será orientada por Agostinho Oliveira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.