Em Torshavn, na terceira jornada do Grupo B europeu de apuramento para o Mundial2018, o jogador nascido a 06 de novembro de 1995, em Baguim do Monte, marcou aos 12, 22 e 37 minutos, superando o recorde do também portista Valdemar Mota, que o havia conseguido com 22 anos, em 1928.

Em termos globais, André Silva tornou-se o 13.º jogador luso a apontar três tentos num só jogo da principal seleção nacional e fez, à quarta internacionalização ‘AA’, o que Cristiano Ronaldo só conseguiu à 106.ª e com 28 anos.

O avançado portista, que hoje apontou os três primeiros tentos na goleada por 6-0 nas Ilhas Faroé, estreou-se a marcar na última sexta-feira, ao fechar a goleada de Portugal frente a Andorra (6-0), em Aveiro.

Agora com quatro golos em outros tantos jogos pela formação das ‘quinas’, André Silva tornou-se apenas o segundo jogador luso a marcar um ‘hat-trick’ na última década.

Nos últimos 10 anos, só Cristiano Ronaldo o havia conseguido, na Irlanda do Norte (4-2 a 06 de setembro de 2013), na Suécia (3-2 a 19 de novembro de 2013) e na Arménia (3-2 a 13 de junho de 2015).

Face a Andorra, em Aveiro, Ronaldo fez ainda melhor, com o seu primeiro ‘póquer’, repetindo os feitos de Eusébio (5-3 à Coreia do Norte, a 23 de julho de 1966), Nuno Gomes (7-1 a Andorra, a 19 de setembro de 2001) e Pauleta (8-0 ao Kuwait, a 19 de novembro de 2003).

Hoje, em Torshavn, Cristiano Ronaldo também marcou, aumentando a sua contabilidade para 66 golos, em 135 jogos, num dia em que João Moutinho chegou ao quinto golo, em 94 jogos, e João Cancelo ao terceiro, em apenas três embates.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.