Cristiano Ronaldo jogou apenas 45 minutos frente à Espanha, mas foi o suficiente para muitos pormenores de classe e uma obra de arte que não foi validada pelo árbitro do jogo.

“Foi dos melhores golos da minha carreira. Mas parece que os meus melhores golos são sempre anulados na selecção. Não há palavras. Até um cego via que era golo.”

Relativamente ao jogo, Ronaldo disse que “a equipa esteve bastante bem e está de parabéns”:

Quanto a mudanças em relação à era Queiroz, o jogador do Real Madrid foi explícito ao atribuir a Paulo Bento a maior quota do sucesso da equipa.

“Mudaram coisas básicas e processos simples, e os jogadores sentem-se bem. Há que dar méritos às pessoas que merecem e as pessoas agora olham para Portugal com mais respeito.”

Ronaldo falou ainda de José Mourinho, uma vez mais em tom de elogio.

“Toda a gente tem inveja do mister Mourinho porque ele é o melhor.”

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.