O director técnico nacional, Carlos Godinho, afirmou que o conjunto das selecções não pode ser prejudicado pela situação na Federação Portuguesa de Futebol, manifestando o desejo de que tudo se resolva o mais rápido possível.

«Não é algo da minha competência, mas espero que a situação se resolva o mais rápido possível e que não tenha impactos para as selecções, mas é lógico que temos que ter cuidado», referiu o dirigente, em declarações prestadas durante a sessão comemorativa do Centenário do Barreirense, na segunda-feira.

Carlos Godinho lembrou que em causa não está apenas a selecção nacional e a sua caminhada rumo ao Europeu, mas o conjunto das várias selecções que também têm objectivos a cumprir.

«Não temos só a selecção AA, existe um conjunto de selecções, como os sub-19 ou os sub-21, que também têm importantes compromissos. O conjunto das selecções não pode ser colocado em causa», concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.