Cristiano Ronaldo, hoje em ‘branco’, voltou a ser determinante na campanha de Portugal numa fase de qualificação, tendo já assinado cinco golos no caminho para o Euro2016 de futebol, incluindo um ‘hat-trick’ na Arménia.

Tal como num passado recente, o ‘capitão’ da formação das ‘quinas' apareceu nos momentos certos para dar a vitória à sua equipa, como aconteceu em Erevan (3-2), mas também em Copenhaga, frente à Dinamarca (1-0), onde marcou aos 90+5 minutos, e perante os arménios, no Algarve (1-0).

Desde 2006, em seis fases de apuramento, três delas com ‘play-offs', Cristiano Ronaldo apontou 35 golos, em 56 jogos (4.721 minutos), tendo apenas ficado em ‘branco’ no caminho para o Mundial2010.

O avançado português é também o melhor marcador de sempre do Campeonato da Europa (qualificação e fase final), com 26 tentos, número esse que o atual jogador do Real Madrid promete aumentar até ‘pendurar as botas’.

Depois de uma experiência ‘traumática' no Euro2004, com a derrota na final perante a Grécia, por 1-0, no Estádio do Luz, num torneio em que, com apenas 19 anos, ganhou estatuto na seleção portuguesa e marcou dois golos, uma na estreia (1-2 com a Grécia) e outro nas meias-finais (2-1 à Holanda), Ronaldo esteve em ‘grande' no caminho para o Mundial2006.

Com o brasileiro Luiz Felipe Scolari no comando, o avançado marcou sete golos em 12 jogos da formação das ‘quinas', incluindo um ‘bis’ no 7-1 caseiro imposto à Rússia e um tento determinante na Estónia (1-0).

Num Grupo 3 que incluía também Eslováquia, Letónia, Liechtenstein e Luxemburgo, Portugal foi primeiro e seguiu diretamente para o torneio que se realizou na Alemanha.

Ronaldo manteve o seu excelente registo na qualificação para o Euro2008, dessa vez com oito golos em 13 jogos. O jogador luso, que só falhou um encontro, fez dois no triunfo por 4-0 sobre a Bélgica, em Lisboa, e foi determinante no Cazaquistão, ao marcar o tento da vitória (2-1).

Apesar de ter ficado no segundo lugar do Grupo A, atrás da Polónia e à frente de Sérvia, Finlândia, Bélgica, Cazaquistão, Arménia e Azerbaijão, Portugal assegurou o acesso direto à fase final.

Depois da prova que decorreu na Áustria e Suíça, Ronaldo viveu a sua pior fase na seleção nacional, comandada por Carlos Queiroz, não tendo marcado qualquer golo na fase de apuramento para o Campeonato do Mundo de 2010, em sete jogos (567 minutos).

Mesmo ‘sem’ Ronaldo, e após um ‘play-off' com a Bósnia-Herzegovina (1-0 fora e em casa), Portugal marcou presença na África do Sul.

Numa campanha que se iniciou ainda com Queiroz, mais tarde rendido por Paulo Bento, o ‘capitão’ da seleção lusa fez, depois, sete golos, em oito jogos, no caminho para o Euro2012, cinco no Grupo H e mais dois em novo ‘play-off’ com os bósnios, no triunfo por 6-2 na Luz, após um ‘nulo’ em Zenica.

Ainda com Bento no comando, Ronaldo viveu uma ‘semi-crise’ na qualificação Mundial 2014, mas deu um pontapé na ‘seca' de golos com um ‘hat-trick' na Irlanda do Norte (4-2), o seu primeiro com a camisola das ‘quinas'.

Ao todo, no Grupo F, em que Portugal ficou no segundo lugar, atrás da Rússia, o jogador madeirense marcou quatro golos e foi obrigado a disputar novo ‘play-off', desta vez perante a Suécia, no que acabou por ser um dos seus momentos mais altos por Portugal.

No Estádio da Luz, a seleção nacional bateu os escandinavos, por 1-0, com um Ronaldo, e, uma semana depois, foi a Solna bater o Suécia, por 3-2, num duelo que o avançado praticamente decidiu sozinho, com três golos, todos em jogadas individuais. Finalizou com oito tentos, em 10 jogos.

- Os números de Cristiano Ronaldo em qualificação:

Prova J MIN. GOLOS

M’2006 12 946 7

E'2008 13 1109 8 (melhor marcador de Portugal)

M'2010 7 507 0

E'2012 8 720 7 (melhor marcador de Portugal)

M'2014 10 899 8 (melhor marcador de Portugal)

E'2016 6 540 5 (melhor marcador de Portugal)

Total: 56 4721 35

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto