Após o triunfo sobre a Bósnia-Herzegovina por 1-0, na segunda mão do "play-off" de acesso ao Campeonato do Mundo da África do Sul, em 2010, Deco explicou que o grupo comandado por Carlos Queiroz sempre acreditou na qualificação, mesmo quando as críticas foram mais intensas na fase de qualificação.

"Nem sempre conseguimos boas exibições, mas mais importante que tudo foi alcançar o Mundial. Com muito esforço, conseguimos lá chegar. Sempre acreditámos", disse o médio do Chelsea, que passou hoje a ser o 10.º mais internacional "AA" luso (71 jogos), ultrapassando o antigo defesa do FC Porto João Pinto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.