Muito crítico, o guarda-redes português questionou os juízos desfavoráveis às suas exibições e explicou que apenas com "trabalho" se consegue representar a selecção portuguesa. "Esta é a resposta aos abutres que me criticaram. Mas tive muitos que sempre me foram dando força e que apreciam o meu trabalho", disse.

Eduardo considerou que o "play-off" com a Bósnia-Herzegovina foi "muito difícil" e deu os "parabéns" a todos os que tornaram possível a quinta presença lusa na fase final de um Mundial.

"Queríamos muito estar no Mundial e, graças a Deus, conseguimos. Estamos todos muito felizes, mas foi preciso muito trabalho", concluiu o guardião do Sp. Braga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.