O selecionador português de futebol de sub-19, Emílio Peixe, considerou que o principal objetivo no Campeonato Europeu do escalão passa por alcançar as meias-finais, de modo a garantir lugar no Mundial de 2017, na Coreia do Sul.

"Queremos deixar uma marca positiva, tendo como primeiro objetivo as meias-finais, que dão acesso ao mundial do próximo ano, na Coreia do Sul. Todas as seleções vão querer atingir esse objetivo, não vai ser fácil, mas acreditamos no trabalho dos jogadores e estamos preparados para defrontar qualquer adversário, porque sabemos que temos possibilidades de realizar bons resultados", afirmou em entrevista à Agência Lusa.

O selecionador enalteceu o trabalho feito por esta geração de jogadores ao longo dos últimos cinco anos, destacando o compromisso destes em "abordar cada jogo como se fosse o último".

"Já defrontámos a Alemanha e a Itália em escalões inferiores desta geração, têm grandes talentos, jogadores que prometem muito, mas o trabalho é sistémico. Esta geração tem cinco anos de trabalho ao nível de contexto de seleção, já vivenciámos um campeonato da Europa, em sub-17, no qual atingimos as meias e estamos comprometidos em abordar cada jogo como se fosse o último", disse.

A disputar o campeonato da Europa na Alemanha, o técnico sublinhou que espera o apoio dos emigrantes durante a prova.

"O português gosta de futebol e quando tem possibilidade acompanha as seleções jovens. Contamos com eles, sabemos que vão estar presentes para nos dar apoio e sentir o orgulho de ser português, através do desempenho que pretendemos ter", destacou.

Como jogador, Emílio Peixe foi campeão de Europa em sub-16 e do Mundo em sub-20 e acredita que as experiências que viveu nessas conquistas podem passar uma mensagem "mais real".

"Os valores e comportamentos dos jogadores são alimentados ao longo do tempo na seleção. É importante para mim ter vivenciado momentos idênticos que são uma vantagem como treinador. Posso passar uma mensagem mais real, mais consolidada, mas o contexto é diferente, porque os tempos são outros", sublinhou.

Já Rúben Dias, capitão da seleção, reforçou a ideia deixada pelo selecionador, de que o primeiro objetivo é "garantir o apuramento para o mundial".

"O estágio tem estado a correr bem, estamos fortes, trabalhamos bem, continuamos a desenvolver ideias desde os sub-15 e a cada jogo vamos tentar alcançar a vitória e garantir o apuramento para o mundial. Vamos encontrar novos desafios e estamos preparados, pois conhecemos os adversários", explicou.

Quanto a Xande Silva, extremo do Vitória de Guimarães, destacou o grupo de trabalho: "Trabalhámos bem na Cidade do Futebol, estamos preparados para o desafio que aí vem, concentrados, unidos e com espírito de grupo. Se não houver boa disposição não há alegria no trabalho."

Portugal está integrado no grupo A, juntamente com a anfitriã Alemanha, a Itália e a Áustria, adversária na primeira jornada, num encontro que se disputa às 18:00 de segunda-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.