“Fechámos ontem (quinta feira) o acordo”, informou o autarca, após a reunião do executivo.

O presidente da Câmara Municipal da Covilhã reuniu quinta-feira com o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madail, para discutir os “detalhes” relativos à logística.

Com todos os pormenores acertados, resta agora assinar o acordo, em data a anunciar.

Na última segunda feira, o seleccionador nacional, Carlos Queiroz, já tinha reunido com o edil da Covilhã, tendo aproveitado para verificar as instalações.

“A Covilhã parece ter sido desenhada para as condições técnicas que a selecção necessita para se preparar para o Mundial”, disse, na ocasião, o técnico da equipa das “quinas”.

A comitiva vai ocupar dois hotéis e os treinos estão previstos para o Complexo Desportivo da Covilhã e para o Estádio Santos Pinto.

“Teremos de fazer agora algumas obras que têm a ver com a tranquilidade que os jogadores necessitam para treinar”, explicou hoje Carlos Pinto.

As intervenções são relativas a aspectos relacionados com a segurança, privacidade e comodidade da selecção nacional, que na primeira fase vai defrontar Brasil, Costa do Marfim e Coreia do Norte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.