O presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) classificou hoje Carlos Marta como «pessoa idónea» e «com perfil» para presidir à Federação Portuguesa de Futebol (FPF), mas reservou a opinião sobre os candidatos para depois de ouvir todos.

«É uma pessoa idónea. Penso que tem o perfil para desempenhar a função, mas o SJPF vai reservar a sua opinião. Só depois de ouvir todos os candidatos e as suas ideias é que vamos ter uma tomada de posição», disse Joaquim Evangelista à agência Lusa.

Carlos Marta, presidente da Câmara Municipal de Tondela, confirmou hoje ser candidato à liderança federativa, nas eleições de 10 de dezembro, tornando-se assim o terceiro concorrente, juntamente com Fernando Gomes, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, e António Sequeira, ex-secretário-geral da FPF.

«É bom que haja discussão de projetos porque se torna muito importante discutir o futuro do futebol em Portugal e o que tem de ser feito nos próximos quatro anos», concluiu Evangelista.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.