A seleção portuguesa de futebol venceu a sua congénere da Argélia por 3-0, no último encontro de preparação para a fase final do Mundial de 2018, realizado no Estádio da Luz, em Lisboa.

Gonçalo Guedes, aos 17 e 55 minutos, assistido por Bernardo Silva e Raphaël Guerreiro, respetivamente, e Bruno Fernandes, aos 37, após centro de Cristiano Ronaldo, que cumpriu a 150.ª internacionalização ‘AA’, apontaram os tentos lusos.

No final do jogo, Fernando Santos foi questionado sobre a prestação da Seleção Nacional no último jogo de preparação antes do início do Mundial 2018 e admitiu que ainda há coisas a melhorar.

"Houve coisas boas, mas há coisas para melhorar. Nos primeiros 20 ou 25 minutos a equipa esteve bem, compacta, a reagir rapidamente à perda de bola... Fez com que esta equipa da Argélia parecesse mais fraca do que é, principalmente ao nível atacante. Se os avançados deles não brilharam é muito mérito da minha equipa. Fizemos um golo nesse período e podíamos ter feito mais. A partir daí baixámos o ritmo, mas depois voltámos ao normal, a circular bem a bola, a procurar espaços para fazer golos e fizemos", começou por dizer Fernando Santos após o triunfo diante da Argélia.

Questionado sobre as substituições realizadas no último 'teste' antes do Mundial2018, o técnico nacional assumiu que as saídas de alguns jogadores fizeram o ritmo da equipa baixar, mas que isso é necessário nesta altura.

"Na segunda parte fizemos substituições e os ritmos baixaram, o que acaba por ser normal. O público normalmente não gosta disso, mas temos de colocar os jogadores a jogar. De qualquer forma, podíamos ter feito mais golos", afirmou Fernando Santos para depois falar da dupla de ataque composta por Gonçalo Guedes e Cristiano Ronaldo.

"A combinação Guedes-Ronaldo? O importante é que os 23 estão prontos para jogar", atirou.

"Ainda estamos longe do ideal, é com o campeonato que vamos crescer. Há algumas coisas a afinar, há jogadores que estão a jogar pela primeira vez em conjunto nesta seleção", sentenciou Fernando Santos.

Na fase final, Portugal joga no Grupo B, defrontando a Espanha, a 15 de junho, em Sochi, Marrocos, a 20, em Moscovo, e o Irão, de Carlos Queiroz, a 25, em Saransk.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.