O facto de Portugal não ter sofrido golos frente a Bélgica, uma seleção que marca em quase todos os jogos, foi destacado por José Fonte, na zona de entrevistas rápidas à RTP, em Bruxelas. O central, que fez dupla com Pepe, anseia pela chegada de Cristiano Ronaldo.

"Não sofrer golos é sempre bom. Voltámos ao que tínhamos sido no passado, durante o Euro a partir da fase do mata mata, uma equipa difícil de fazer golos contra e a sair bem no contra-ataque. Podíamos ter feito dois ou três golos. A equipa esteve bem defensivamente, faltou o golo, mas quando chegar o número 7 vamos ter mais oportunidades de golo. Com o Cris a equipa seria ainda melhor", disse Fonte, antes de concluir.

"Estamos no bom caminho. Hoje foi uma melhoria substancial, agora há que trabalhar", atirou.

Já Gonçalo Guedes frisou o facto de se ter sentido bem a jogar a ponta-de-lança, ele que ocupou o lugar habitual de André Silva.

"Senti-me bem na nova posição [ponta-de-lança], nos treinos tenho trabalhado nesta posição e tenho de me habituar, sinto-me bem e jogo onde o mister mandar. [...] Estamos a preparar-nos, a melhorar no dia-a-dia, já estivemos um pouco melhor neste jogo, subimos o nível e agora temos de continuar", comentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.