O vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) Amândio de Carvalho disse esta terça-feira que «existe um princípio de consenso» sobre os estatutos e o Regulamento Eleitoral.

Depois da reunião da direcção da FPF com a Comissão Delegada das Associações Distritais e Regionais, a Liga e as representações de árbitros e treinadores, Amândio de Carvalho sublinhou que «hoje foram dados passos importantes».

Amândio de Carvalho anunciou que segunda-feira, a partir das 17h00, a FPF volta a reunir com as associações e «mais sócios ordinários» da Assembleia-Geral.

O dirigente federativo manifestou-se também esperançado que a Assembleia-Geral extraordinária de 30 de Abril conclua o processo e salientou que a FPF comunicou à UEFA e à FIFA a realização da reunião magna.

«Há toda uma sensibilidade por parte de todos os sócios ordinários para que não haja qualquer retaliação da UEFA e da FIFA. Comunicámos tanto à FIFA como à UEFA que este processo termina na assembleia de 30 de Abril», disse.

Na reunião não estiveram presentes o presidente da FPF, Gilberto Madail, que se encontra doente, o presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, Joaquim Evangelista, e Lourenço Pinto, que preside à estrutura associativa do Porto.

A reunião foi convocada pela direcção da FPF para se encontrar um consenso sobre o projecto de estatutos e o Regulamento Eleitoral.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.