Horácio Antunes, o candidato indicado pela maioria das associações distritais, manifestou-se hoje tranquilo e negou que algum sócio da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) se tenha recusado a integrar a sua lista às eleições marcadas para 05 de Fevereiro.

“Nós queremos uma lista de consenso e por isso contactámos todos os sócios da Federação Portuguesa de Futebol. Agora, eles são livres de assumirem a sua posição”, afirmou à agência Lusa o presidente da Associação de Futebol de Coimbra.

O dirigente negou já ter recebido qualquer recusa de sócios da FPF – nomeadamente da Liga de clubes, do Sindicato dos Jogadores ou das associações de árbitros e de treinadores, como hoje foi noticiado –, reiterando que alguns ficaram de lhe responder a nível directivo, embora se tenha escusado a falar de nomes.

“Continuaremos a manter o nosso diálogo com todos os sócios federativos”, disse Horácio Antunes, salientando que a palavra “desistência” não faz parte do seu vocabulário.

Confrontado com o facto de a Liga ter anunciado a interposição de uma providência cautelar para impedir a realização de eleições em 05 de Fevereiro, Horácio Antunes concluiu: “A candidatura está feita, cabe aos tribunais decidirem e a nós acatarmos a decisão”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.