Os clubes das ligas profissionais de França anunciaram que não vão libertar os jogadores internacionais que tenham sido convocados para jogos fora da União Europeia e do Espaço Económico Europeu, devido à imposição de uma quarentena obrigatória de sete dias no regresso. A única exceção foi feita à seleção francesa para o jogo no Cazaquistão.

Deste modo, Anthony Lopes (Lyon), Danilo (PSG), José Fonte e Renato Sanches (Lille), que tinham sido chamados à Seleção por Fernando Santos, devem falhar o encontro com a Sérvia, da fase de qualificação para o Mundial 2022.

"Estou à espera de novidades. Creio que clube e federação vão chegar a acordo. Nós jogadores, queremos jogar os jogos pelo nosso país, mas aguardo o acordo e estou certo de que vai ser encontrada uma solução", disse José Fonte em conferência de imprensa.

De referir que o jogo com o Azerbaijão não levantará problemas, já que será disputado em Itália (Turim), e o mesmo se aplica ao duelo no Luxemburgo.

"Parece certo que não podemos jogar contra a Sérvia. Será preciso ficar na bolha, talvez em Itália, e depois ir direto para o Luxemburgo. Temos de esperar para ver o que vão decidir, encontrar a melhor solução para todos porque é difícil para os jogadores não poderem representar a seleção", acrescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.