"Quero jogar sempre e quando fico de fora não fico contente. Qualquer jogador só fica contente dentro de campo", adiantou hoje Nani, que substituiu Ronaldo no decurso do encontro com a Hungria, no passado sábado.

Com a titularidade frente a Malta ao seu alcance, Nani não quis dar a sua entrada no onze garantida. "Vou continuar a trabalhar para fazer parte das opções do mister", frisou.

No entanto, o jogador do Manchester United não escondeu o seu optimismo relativamente a uma vitória sobre Malta e consequente apuramento para o play-off de acesso ao Mundial 2010. "Só dependemos de nós para marcar presença no mundial. Queremos jogar o 'play-off'."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.