Paulo Bento tem como objectivo principal qualificar Portugal para o Euro 2012 apesar de considerar que as "coisas estão difíceis". O treinador português foi hoje apresentado oficialmente, na sede da FPF, como o sucessor de Carlos Queiroz, e promete trabalho para inverter a situação complicada em que Portugal se encontra.

"Grande objectivo é qualificar Portugal para o Euro", começou por dizer o técnico português. "Temos a noção que as coisas estão difíceis mas que temos uma grande possibilidade. Temos a possibilidade de inverter a situação. É a isso que nos temos de agarrar", disse Paulo Bento.

"A missão é difícil. Não nos devemos enganar. Os números não enganam. Mas há possibilidades para o fazer e a qualidade para o fazer. Não me passa pela cabeça que haja algum jogador coloque em causa o apuramento".

 Sobre os alegados problemas de individualismo no seio da selecção nacional, Paulo Bento assegura que enquanto for seleccionador o grupo estará sempre à frente do individual. "Quem vier às nossas concentrações tem que se preocupar com o conjunto e não no individual" disse Paulo Bento.

Em relação ao próximo jogo frente à Dinamarca, Paulo Bento reconhece que há um divórcio entre equipa e adeptos, mas apela à mobilização de adeptos para o jogo no Dragão.

"Eu desejo muito, quero muito que o Dragão esteja cheio, acredito que possa acontecer. É uma coisa que nós não temos o direito de pedir aos portugueses. Primeiro de tudo temos que dar aos portugueses. Não temos o direito de pedir nada a eles, temos sim a obrigação de dar aos portugueses para termos o estádio cheio."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.