A seleção portuguesa de futebol somou hoje o sexto triunfo consecutivo no Grupo B europeu de apuramento para o Mundial de 2018, ao golear as Ilhas Faroé por 5-1, no Estádio do Bessa, no Porto.

O ‘capitão’ Cristiano Ronaldo foi a grande figura lusa, ao apontar o seu quarto ‘hat-trick’ – as quais junta um ‘póquer’ -, com golos aos três, 29 e 65 minutos, o segundo de penálti, passando a somar 78, em 144 jogos, e já 13 na qualificação, em seis.

William Carvalho, aos 58 minutos, e Nelson Oliveira, aos 84, apontaram os outros tentos da formação das ‘quinas’, que passou a somar 18 pontos, para se manter a três da Suíça, enquanto Rogbi Baldvinsson marcou o tento de honra dos forasteiros, aos 38.

No final do jogo, o avançado Nélson Oliveira mostrou-se muito satisfeito com o regresso à Seleção Nacional de Portugal, e agradeceu a confiança de Fernando Santos na sua chamada dois anos depois.

"Sim fiquei feliz por ter feito um golo, mas o mais importante é realçar que fizemos um bom jogo, não facilitámos, fizemos o que nos competia que era vencer o jogo e estamos felizes por isso", começou por dizer Nélson Oliveira em declarações à RTP.

"Contra este tipo de adversários é sempre importante marcarmos um golo cedo. Entrámos bem no jogo, entrámos a pressionar bastante o adversário e creio que fizemos um bom jogo", acrescentou Nélson Oliveira sobre o jogo de qualificação com as Ilhas Faroé.

"Estava sempre com a ambição de regressar, trabalhava para isso e a oportunidade chegou, felizmente o 'mister' deu-me esta oportunidade para regressar e estou muito feliz", sentenciou o avançado português.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.