Paulo Bento tornou-se hoje o 12.º seleccionador português de futebol a vencer na estreia, mas apenas o segundo nos últimos 25 anos, ao derrotar a Dinamarca por 3-1, no Dragão, em jogo de qualificação para o Euro2012.
O ex-técnico do Sporting seguiu as pisadas de António Oliveira, o único dos anteriores oito responsáveis pela formação das “quinas” que havia começado o seu trajecto na selecção “AA” a vencer.
A 7 de Setembro de 1994, no primeiro encontro de apuramento para o Euro96, Oliveira conduziu Portugal a um triunfo por 2-1 sobre a Irlanda do Norte, em Belfast, com tentos de Rui Costa (agora director desportivo do Benfica) e Domingos Paciência (treinador do Sporting de Braga).
No último quarto de século, antes e depois de Oliveira, mais nenhum outro seleccionador, incluindo interinos, tinha entrado a ganhar, de Ruy Seabra, na ressaca do “Caso Saltillo”, ao brasileiro Luiz Felipe Scolari.
Para encontrar outro seleccionador a entrar com o “pé direito” é preciso recuar a 1984, mais precisamente ao dia 05 de Setembro, quando o “onze” comandado pelo recentemente malogrado José Torres superou a Bulgária por 1-0 (golo do “bibota de ouro” Fernando Gomes), num particular.
Os outros seleccionadores que entraram a ganhar foram Laurindo Grijó (1930), Salvador do Carmo (1932), Armando Ferreira (1961), Manuel da Luz Afonso (1964), José Augusto (1972), Júlio Cernandas Pereira “Juca” (1977), Mário Wilson (1978), Otto Glória (1982) e Fernando Cabrita (1983).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.