A seleção portuguesa de futebol de praia perdeu hoje com a sua congénere italiana por 6-5, em jogo do Grupo 2 da primeira etapa da Liga Europeia.

Já apurada para a Superfinal da competição, a decorrer na Estónia de 20 a 23 de agosto - depois de ter vencido a Grécia por 2-1 e a Alemanha por 6-1 –, a seleção nacional disputava o primeiro lugar do Grupo 2, que acabou por ser conquistado pela Itália após o jogo de hoje.

Num jogo em que Zé Maria esteve em destaque na formação portuguesa, ao apontar três golos, os italianos impuseram-se em contra-ataque, beneficiando ainda de duas grandes penalidades.

"Concretizámos o objetivo principal, que era o apuramento para a fase final, mas também queríamos ganhar a etapa regular da prova. Não conseguimos, por mérito da seleção italiana, que jogou bem e criou muitas situações. Ainda assim, voltámos a dar espetáculo em Moscovo, com lances muito vistosos e bons golos. Faltou-nos a sorte na concretização que teve a Itália", disse o selecionador nacional, Mário Narciso, citado na página Internet da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

Agora, seguem-se os Jogos Europeus de Baku, mas antes, segundo o técnico, “haverá um trabalho de recuperação física e psicológica” dos jogadores.

“[Os jogadores] Estão habituados a ganhar e não digerem bem as derrotas. Vamos começar a preparar a missão Baku na próxima semana. Já temos o encontro com a Suíça no pensamento", acrescentou.

No outro encontro do grupo, a Alemanha estreou-se a vencer diante da Grécia, por 7-6, mas o resultado não chega para garantir a presença na etapa decisiva da Liga Europeia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.